You are currently viewing Reuniram-se para definir os fluxos dos cuidados com os alunos da rede municipal de educação portadores de deficiência, incluindo transtorno do espectro autista (TEA).

Reuniram-se para definir os fluxos dos cuidados com os alunos da rede municipal de educação portadores de deficiência, incluindo transtorno do espectro autista (TEA).

Ontem (05), as equipes da Secretaria Municipal de Saúde e do Centro Municipal de Atendimento Pedagógico Especializado (CEMAPEE), da Secretaria Municipal de Educação, reuniram-se para definir os fluxos dos cuidados com os alunos da rede municipal de educação portadores de deficiência, incluindo transtorno do espectro autista (TEA).

Visando um atendimento mais humano e inclusivo, a parceria foca no fortalecimento da rede de cuidados de forma a ampliar mais atenção a esses estudantes mais do que especiais, possibilitando assim, maior segurança e confiança por parte das famílias.

Participaram também a representação dos responsáveis por portadores de TEA, a Subsecretária de Saúde, Giselle Gobbi e o Secretário de Saúde, Rider Santiago, que fortaleceu ainda mais a importância desse tipo de ação. “A participação de órgão externos e da sociedade só tem a somar com a política de saúde e de educação da nossa cidade. Buscamos melhorias rápidas, mas, o diálogo e evolução tem de ser frequentes e participativos. Ao implementar uma melhoria, já estaremos em busca de viabilizar as próximas. A população frontinense merece esse cuidado”, complementou.